segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

PE #01: Salgueiro líder, Sport e Náutico decepcionam


Terminou nesse domingo (20), a primeira rodada do Campeonato Pernambucano. Para a maioria das equipes, as partidas desse fim de semana foram a primeira da temporada, apenas Náutico, Santa Cruz e Salgueiro já haviam feito estreias oficiais, todos pela Copa do Nordeste. Foram cinco jogos, dois na RMR, um no Agreste e dois no Sertão. Vale lembrar que essa é a edição do Pernambucano com maior representatividade sertaneja na história, 40% dos clubes do estadual são da região.

A rodada foi aberta no sábado com dois jogos. Na Ilha do Retiro, o Sport foi derrotado pelo Flamengo de Arcoverde por 3 a 2. No Luís Lacerda, a revanche da final de 2018 foi vencida pelo Central, a Patativa fez 2 a 1 no Náutico. No domingo, Clássico da Amizade, o Santa Cruz recebeu o América na Arena e aplicou um sonoro 3 a 0. Afogados da Ingazeira e Petrolina se enfrentaram no Vianão e a vitória foi da coruja de Afogados, 1 a 0. Por fim, a liderança do PE19 ficou com o Salgueiro, que aplicou 6x1 no Vitória das Tabocas, no Cornélio de Barros.

Sport 2x3 Flamengo de Arcoverde: Tigre vestido de zebra
Adryelson marcou o primeiro gol do PE19. (Foto: Williams Aguiar/Sport Recife)
Reformulado, o Sport estreou na temporada recebendo o nono colocado do último Pernambucano. Apesar de sair na frente e manter a vantagem por todo o primeiro tempo, falhas individuais da defesa rubro-negra permitiram a virada do tigre. Com duas falhas que geraram dois gols (1x2 e 1x3), o zagueiro estreante Wálber, que chegou ao Sport emprestado pelo Botafogo da Paraíba, deixou uma péssima primeira imagem e foi o destaque negativo da partida. Por outro lado, o atacante Erikys Júnior, cedido ao Flamengo pelo Porto, através da parceria entre os clubes, marcou duas vezes (1x1 e 1x3) e começou o estadual na artilharia.

Ao time de Milton Cruz, ficam até algumas coisas positivas, mas uma necessidade urgente de corrigir pontos individuais. Magrão, que falhou no segundo gol do tigre, será perdoado; Wálber, com duas falhas na estreia, já fica marcado e só deve voltar se não houver outra opção para a zaga. Já para o time de Nílson Corrêa, ex-goleiro do Náutico, do Santa Cruz e da Seleção de Burkina Faso, a primeira impressão é positiva, com uma equipe bastante organizada e objetiva em campo.

Central 2x1 Náutico: Revanche bem sucedida
Leandro Costa foi artilheiro do Central em 2018 e já voltou marcando em 2019. (Foto: Elivaldo Araújo/Central SC)


Na reedição da final de 2018, o vice-campeão devolveu o placar, acendendo o alerta vermelho nos Aflitos. Em uma partida que não foi nenhum primor de técnica, o Central abriu o placar no final do primeiro tempo, com Leandro Costa, retornando após um rápido empréstimo ao Santa Cruz. No segundo tempo, Luiz Carlos, goleiro do Náutico, perigou entregar mais um gol, mas quem marcou foi o Timbu. O estreante Matheus Carvalho marcou com a mão, mas o gol foi validado. Logo na sequência, porém, o jovem Bruno Oliveira fechou o placar para a Patativa.

O Central começa bem o ano do centenário, com nomes conhecidos como o volante Renan Teixeira, ex-Sport, Atlético/MG e São Paulo, e o treinador Estevam Soares, ex-Náutico, Palmeiras e Botafogo. Apesar de ainda faltar entrosamento, a equipe caruaruense dá sinais de que pode engrenar, e os três primeiros pontos já ajudam. Já o time de Márcio Goiano emenda a quarta derrota consecutiva (2 amistosos, 1 no Nordestão e 1 no PE19) e acende o sinal vermelho nos Aflitos. O Timbu ainda não mostra sinais de evolução e precisa reagir logo.

Santa Cruz 3x0 América: Domingo na Arena, lazer coral
Vitão marcou duas vezes e está entre os artilheiros do campeonato. (Foto: Rodrigo Baltar/Santa Cruz)

A Arena de Pernambuco recebeu sua primeira partida depois do retorno do Náutico aos Aflitos. No estádio, casa do Vitória para o PE19, o Santa Cruz recebeu o América e venceu sem dificuldades. O zagueiro Vitão, ex-Central, marcou duas vezes, um golaço aos 34' do primeiro tempo e mais um tento aos 34' do segundo. Entre os dois, no fim do primeiro tempo, o jovem Elias, maior promessa da base coral para 2019, marcou o segundo do Santa. E ainda saiu barato, o tricolor dominou completamente o jogo e só não venceu por cinco ou seis gols por falta de pontaria. O Mequinha, por outro lado, foi completamente ineficiente e praticamente não ameaçou o Santa.

Ao time de Leston Júnior, fica a primeira vitória na temporada, consolidando como o time do trio de ferro com o melhor início de ano após um empate na Copa do Nordeste. Mas apesar do placar sonoro e do jogo completamente dominado, não é possível saber se são mais méritos tricolores ou desméritos alviverdes. Então, à equipe de Roberto de Jesus, fica o alerta vermelho, após uma primeira exibição digna de rebaixamento.

Afogados da Ingazeira 1x0 Petrolina: O primeiro confronto sertanejo
Élvis, ídolo do Salgueiro, estreou pelo Afogados da Ingazeira. (Foto: Cláudio Gomes/Afogados da Ingazeira)


Após cinco anos, o Petrolina reestreou na elite estadual enfrentando o treinador que conduziu a equipe ao título da A2. O gol solitário da partida veio na metade do primeiro tempo, com o camisa 9 da Coruja, Diego Ceará, estreando no futebol pernambucano. O menor público da rodada assistiu ao domínio do Afogados, em uma partida no qual o principal destaque foi o goleiro da petrolinense, Pezão.

O time de Pedro Manta fica com uma boa impressão da estreia. Conseguindo aplicar um futebol ofensivo e sem sofrer muito com as investidas da fera sertaneja. Os comandados por Lima ainda precisam evoluir, o time apresentou muitas falhas de entrosamento e deixou muito espaço para ataque, quando subiu, esbarrou na dificuldade de finalizar.

Salgueiro 6x1 Vitória das Tabocas: Pega, mata e come
O Carcará surpreendeu e goleou o Vitória no Cornélio de Barros. (Foto: Facebook/Salgueiro AC)

Totalmente reformulado após o rebaixamento à Série D, o Salgueiro estreou goleando o Vitória. Remanescente de 2018, o volante Escuro abriu o placar para o Carcará, mas o jogo foi marcado por gols de ex-jogadores do Náutico. Willian Anicete, no Salgueiro desde 2017, fez valer a lei do ex, marcou o segundo e o quarto e se igualou ao ex-Salgueiro Erikys Júnior (FLA) e a Vitão (SCR) na artilharia. Outros ex-timbus marcando foram Guilherme Lucena, que guardou o terceiro gol e Renato Henrique, autor do quinto, além de Daniel Caiçara, que deixou o gol de honra do Tricolor das Tabocas. O sexto gol do Salgueiro e último do jogo foi contra, marcado pelo lateral Felipe Almeida.

A equipe de Sérgio China fez uma estreia no PE19 acima das expectativas e engatou a segunda vitória no ano, após fazer 1 a 0 no Confiança pelo Nordestão. O tricolor sertanejo apresentou um futebol convincente, ditou o ritmo de jogo e soube finalizar. Já o tricolor da zona da mata tem um péssimo jogo de estreia, completamente ineficiente e com poucas chances de ataque, parando sempre no goleiro Cesinha, terceiro arqueiro do Carcará.

Próximos jogos

Meio de semana
23/01 (20h) - Central (4º) x Salgueiro (1º) - Luiz Lacerda/Caruaru
23/01 (20h30) - Vitória das Tabocas (10º) x Sport (6º) - Arena de Pernambuco/São Lourenço da Mata
23/01 (21h30) - Flamengo de Arcoverde (3º) x Santa Cruz (2º) - Áureo Bradley/Arcoverde
24/01 (20h) - América (9º) x Afogados da Ingazeira (5º) - Ademir Cunha/Paulista

Fim de semana
27/01 (16h) - Sport x Náutico - Ilha do Retiro/Recife
27/01 (17h) - Petrolina x América - Paulo Coelho/Petrolina
Comentários

0 comentários :

Postar um comentário